Notícias

Atletas da Seleção de Karatê recebem jovens da Vila Maria no Pan-Americano

Por Assessoria de Imprensa, em 31/07/07 12:53

Quatro jovens que cumprem medida socioeducativa na unidade Abaeté, da Vila Maria, viveram, na última sexta-feira (27), um dia de muita emoção nos Jogos Pan-americanos do Rio de Janeiro. Eles assistiram as lutas finais do karatê, no Ginásio Miécimo da Silva, onde foram recebidos pessoalmente pelos atletas da delegação brasileira.

Os jovens torceram muito pelos atletas brasileiros no Pan-Americano no Rio Janeiro

 

 

 

 

 

 

 

A oportunidade de ir ao Pan surgiu a convite dos técnicos Geraldo de Paula e José Carlos. A recepção no Rio não poderia ser melhor. Os atletas brasileiros deram atenção especial a todos os integrantes da comitiva, formada também por funcionários da unidade.

Durante a competição, todos torceram e vibraram muito a cada luta vencida pelos caratecas brasileiros. Eles assistiram as lutas dos atletas Douglas Borse e Vinicius de Souza. Ambos garantiram mais duas medalhas de bronze para o Brasil.

No intervalo das lutas os adolescentes puderam visitar a ala de concentração dos atletas no torneio. “Fiz questão de traze-los aqui, para que sintam as vibrações positivas na concentração dos caratecas”, disse o técnico José Carlos. “Agora eu vou levar os atletas para fazer uma visita na unidade para mostrar as medalhas aos outros jovens”, prometeu.

A ida dos jovens da Fundação ao Rio de Janeiro também serviu como um estímulo à prática esportiva. Ao conversarem com o medalhista de ouro na categoria 80 quilos, Juarez dos Santos, atleta de origem humilde como a maioria dos internos da Fundação, eles foram aconselhados a investirem na saúde física.

“O esporte foi o caminho que eu encontrei para ultrapassar alguns obstáculos”, revela Juarez. “Procurem praticar um esporte. É um caminho para sair dessa vida”, aconselhou.

Para Eduardo Felipe, diretor da unidade onde os jovens estão internados, esse tipo de iniciativa contribui para a recuperação deles. “Os atletas são bons exemplos”, diz Eduardo. “Se eles seguirem o mesmo caminho, poderão mudar de vida”.

Cristo Redentor – Durante os dias em que os jovens ficaram no Rio Janeiro, tiveram a oportunidade de conhecer alguns pontos turísticos da cidade Maravilhosa. Passaram pelo Cristo Redentor, pelas praias do Flamengo, Leblon e Copacabana, e por último na ponte Rio-Niterói.