Notícias

Governador inaugura unidade da Fundação CASA em Peruíbe

Por Assessoria de Imprensa, em 24/05/07 17:22

Prefeitura do Município é elogiada por ser parceira do Estado

O governador José Serra, o secretário de Estado da Justiça e Defesa da Cidadania, Luiz Antonio Guimarães Marrey, e a presidente da Fundação CASA, Berenice Giannella, inauguraram na tarde desta sexta-feira (25 de maio) o Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente (CASA) de Peruíbe. O prédio tem capacidade para atender a 56 adolescentes da cidade e região (40 em regime de internação e 16 em internação provisória).

O CASA de Peruíbe é a 16ª unidade inaugurada no Estado com base no novo modelo de descentralização da Fundação CASA. Pelo modelo, as unidades são geridas em parceria com ONGs indicadas pelos municípios.

A cerimônia de inauguração contou com a presença de autoridades municipais e estaduais, do deputado estadual Samuel Moreira e do prefeito de Peruíbe, José Roberto Preto, que foi elogiado pelo governador por ter auxiliado a Fundação CASA na construção da unidade. “Estas novas unidades são mais propícias para a educação dos adolescentes e eu gostaria de destacar que o prefeito Preto não colocou pendências para que a unidade fosse construída.”

A atuação do prefeito também foi elogiada por Marrey. “Gostaria de destacar a sensibilidade do prefeito”, disse o secretário da Justiça. “Em outros lugares, ainda não há a compreensão da importância da parceria para tratar dos seus adolescentes.”

Parceria – A unidade de Peruíbe será gerida em parceria com a Recanto Vida, organização não-governamental que desde 1996 desenvolve projetos voltados à recuperação de dependentes químicos, nas regiões do Vale do Ribeira e Baixada Santista.

Nas novas unidades da Fundação CASA, as ONGs cuidam dos atendimentos técnico, social e psicológico dos adolescentes, enquanto o governo fica responsável pela segurança dos internos e administração.  “O modelo é ideal porque a ONG faz parte da cidade e ajuda a integrar a comunidade aos trabalhos pedagógicos desenvolvidos”, explicou a presidente da Fundação CASA, Berenice Giannella.

“Agora, os familiares dos internos poderão acompanhar de perto o trabalho que será desenvolvido pelo Estado na ressocialização dos seus filhos”, disse a presidente. “A unidade representa um avanço na aplicação de medidas socioeducativas aos adolescentes de Peruíbe e região”.

Projeto - As instalações físicas previstas pelo novo modelo também são diferenciadas. Com um projeto arquitetônico semelhante ao de uma escola, a unidade da Fundação CASA é composta por três pisos, sendo o primeiro formado pelas salas de aula, refeitório e salas de cursos profissionalizantes. 

O segundo piso conta com dez dormitórios, cada um com capacidade para quatro adolescentes. O terceiro pavimento tem uma quadra poliesportiva coberta e espaço para banho de sol.